quinta-feira, 15 de junho de 2017

Nº 21.624 - " Depois do 'pega-ratão' de Loures, o outro sentido de 'pinguela' "


15/06/2017


Depois do “pega-ratão” de Loures, o outro sentido de “pinguela”


Tijolaço - 15/06/2017


pinguelahouaiss



por Fernamdo Brito


Meu amigo Hayle Gadelha provoca:
-Você sabe o que é pinguela?
– Ora, é claro que sei, pontezinha improvisada, de prancha…
– É, mas você que teve o cuidado de ver que o pega-ratão do advogado do Rocha Loures, ontem, é também “pegadinha”, treta, deveria ficar com o dicionário sempre ao lado…
Como a curiosidade mata o gato mas dá vida ao jornalista, fui ao Houaiss meio troncho já, e vi que o pinguela “ponte tosca” é só a terceira acepção registrada.
Às duas primeiras, transcrevo, às risadas:
1.pequeno pau com auxílio do qual se arma laço para pegar aves; 2. gancho usado na armação de ratoeiras.
Pois não é que, como o tal “pega-ratão” do Loures,  o outro sentido é melhor que o que se depreende à primeira vista?
Temer está mesmo com cara de pinguela dicionaresca para os tucanos.
O milho do Governo e o alpiste eleitoral de 2018 os fez entrar e agora, ainda creem que podem sair antes que a arapuca se feche, como se o PMDB fosse feito de bobos que se prestam a alimentar tucanos sem querer deles nada além de sincera amizade…
E o Fernando Henrique Cardoso e o Tasso Jereissati tirando “onda” de que “somos apenas ficantes”…
Por isso, estou de acordo em gênero, número e grau, com o que escreve Rodrigo Almeida, no Poder360:
Desse jeito, os caminhos erráticos do PSDB com a sua social-democracia parecem se tornar um problema menor (como já pude escrever aqui, o PSDB é o único partido social-democrata do mundo que não acredita no Estado, abomina sindicatos e dialoga muito mal com movimentos sociais). Com os últimos movimentos, os tucanos se mostram aplicados na tentativa de brigar contra a própria imagem: chegarão a 2018 ou abraçados a um governo cheio de máculas ou com a pecha de terem sido os maiores aliados de um governo que não terminou.
Os punhos de renda do tucanato, que eles faziam questão de alegar imaculadamente brancos, estão enlameados inescapavelmente.
E não se pense que o descarte de Aécio Neves, agonizando em seu exílio, vai salvá-los. Aquele profeta do gravador disse que ele ia ser “o primeiro a ser comido”. O primeiro, não o único.
.